Ressaca de Amor (Forgetting Sarah Marshall)

Direção: Nicholas Stoller.
Roteiro: Jason Segel.
Elenco: Jason Segel, Kristen Bell, Mila Kunis, Russell Brand, Bill Hader, Jonah Hill.
Gênero: Comédia, Romance.
Ano: 2007 (EUA) / 2008 (Brasil).
Tempo: 112 min.

Sinopse: Depois do fim de seu relacionamento com a apresentadora de TV Sarah Marshall, Peter Bretter decide viajar para o Havaí na desesperada tentativa de esquecê-la. Porém, o que ele não imaginava é que se hospedaria no mesmo hotel que a moça e seu novo namorado.

A ‘turminha‘ Apatow tem feito muito sucesso ultimamente, com filmes como “Superbad“, “Ligeiramente Grávidos” e outros mais. A minha lista de filmes está recebendo muitas indicações dos leitores ultimamente e “Ressaca de Amor (Forgetting Sarah Marshall)” foi uma das que me interessei logo em assistir, justamente por causa disso, tinha todos os ingredientes e pré-requisitos para eu gostar e foi o que aconteceu, realmente um filme bem legal e divertido.

Além de ter feito o roteiro, Jason Segel interpreta Peter Bretter, um ‘músico’ que levava uma vida ‘pacata’ e muito boa com sua bela namorada Sarah Marshall (Kristen Bell de Heroes) até o dia em que ela resolve terminar tudo com ele. Depois de descobrir que ela está agora com um ridículo e insano cantor famoso conhecido como Aldous Snow (Russell Brand), Peter resolve tirar férias no havaí para tentar esquecer sua namorada, seus problemas aumentam quando ele descobre que ela também está lá com seu novo par.

Fugindo bem dos clichês e demais chatices encontrados aos montes em filmes do gênero, “Ressaca de Amor” nos trás uma história divertida, com algumas boas sacadas e que dá gosto de ver. Tirando algumas cenas deprimentes de nú frontal de Jason Segel é tudo muito bem feito. Ainda sim, acreditei que seria um pouco mais engraçado e divertido. A participação de Jonah Hill (Superbad) por exemplo no filme é até dispensável.

Destaque mesmo além de Segel fazendo muito bem um cara tentando esquecer a ex, a qual ele era totalmente dependente, e passando por terríveis situações, fica para Rusell Brand fazendo o hilariante Aldous Snow. Suas ‘performances‘ cantando e dançando são geniais de tão ridículas, rendem boas risadas. A atriz Kristen Bell no papel da ex fica mais como um rostinho bonito, aliás lindo (vou apanhar eu sei), do que como um papel de destaque.

O filme foi lançado ano passado nos Estados Unidos e teve uma boa bilheteria, por aqui só saiu esse ano e direto em DVD. Realmente fica cada vez mais impossível tentar compreender as distribuidoras de filmes nacionais. Enquanto vemos os cinemas recheados de comédias e romances idiotas e nada inteligentes, temos um bom filme como esse sendo ignorado.

Uma boa dica para quem for passar na locadora para pegar o filme é conferir os extras. Tem uns erros de gravações legais e tem o clipe ‘completo’ da música do grande Aldous Snow que é sensacional.

Menos um em minha lista, agradeço a quem me deu a dica (não vou mesmo me lembrar quem foi pois já tem um tempo), e posso afirmar que é um filme que vale mesmo a pena você ver. Não tem nada de espetacular, não é daqueles engraçadíssimos, mas tenha certeza que está a anos luz de qualquer obra do gênero disponível em nossas salas de cinema.

Related Posts with Thumbnails