Super-Heróis – A Liga da Injustiça (Disaster Movie)

Direção: Jason Friedberg, Aaron Seltzer.
Roteiro: Jason Friedberg, Aaron Seltzer
Elenco: Carmen Electra, Matt Lanter, Kimberly Kardashian, Tony Cox.
Ano: 2008.
Gênero: Comédia.
Tempo: 90 min.

Sinopse: Sátira de filmes como “Superbad – É Hoje”, “Hancock”, “The Love Guru”, “Hulk” e “Sex and the City”, o filme conta a história de um grupo de amigos que passa por diversas aventuras – desastres naturais, catástrofes, asteróides – que mudarão completamente suas vidas.

Tive que alterar o sistema de classificação aqui do blog que começava sempre com 1 controle para os filmes ruins ou péssimos. Agora com essa pérola da humanidade, um dos piores filme que já vi em minha vida (se não o pior), temos a nova classificação: ZERO CONTROLES. Me recuso a dar nota 1 de 5 a isto, Disaster Movie” é simplesmente inclassificável de tão ruim. Ainda bem que não precisei pagar.

Fica difícil saber até por onde eu começo a falar mal, são tantos pontos terríveis que fico desnorteado. Vamos começar pelo incrível nome do filme “Disaster Movie“, algo como “Filme de Desastre“. No Brasil viram Hancock, Homem de Ferro e tal, pronto: “Super-Heróis – A Liga da Injustiça“. Não que o filme siga realmente uma linha apenas com os filmes de desastres, mas teoricamente seria a temática principal. A qualquer momento surge a turminha do High School Music, Hulk, Cinderela, Alvin e os Esquilos e pasmém, colocaram até a vaca de do filme Twist. Foram longe dessa vez.

Essa febre “mais atual” de filmes paródia começou com “Todo Mundo em Pânico“, que na época já não achava muito bom, só que comparado com esta escabrosidade (inventei agora) merece um Óscar. Na sala que fui assistir só uma pessoa estava rindo, aliás gargalhando e passando mal, um pequeno ser de uns 4 ou 5 anos de idade. Foi a melhor coisa do filme, tava do meu lado, diversão total pro pequenino.

Há quem reclame de que para rir nesses filmes é necessário você ter visto vários outros, nesse caso para você “entender“, já que para rir eu considero impossível (a não ser que você tenha 4 anos de idade), você precisa ter visto todos os últimos 350 sucessos do cinema. Mas não se preocupe caro espectador, os personagens fazem questão de falar de qual filme eles estão tirando sarro. Sim, você é tratado como um imbecil.

Os atores são muito fracos e nos apresentam não uma comédia, mas sim um verdadeiro show de horrores com piadas de muito mal gosto e sem graça alguma. Piadas escatológicas, piadas de placenta, vômito, arrôto, cocô e tudo mais o que você puder imaginar de ridículo. O único momento que o músculo de minha face moveu para iniciar um processo de sorriso, foi quando o cara fez referência a Hayden Christensen, enquanto rolava alguma piada sem graça nenhuma com o filme “Jumper“, como “o cara que estragou Star Wars 3“.

Não posso falar sobre a história porquê ela simplesmente não existe. Do nada surge algum HellBoy ou Amy Winehouse sem motivo ou precedente algum. Simplesmente eles conseguiram uma das piores qualificações de filmes tanto no IMDb (estão no top 100 piores de todos os tempos) quanto no Rotten Tomatoes (com incríveis 2% de aprovação). Eu vou inclusive adiantar uma notícia pra vocês, o primeiro lugar do meu Top 10 piores filmes de 2008 já tem seu campeão. A não ser que um “Desastre” aconteça!

Eu poderia escrever mais dezenas de parágrafos falando mal do filme, mas acho que está de bom tamanho e meu recado já foi mais do que dado. Super Herói sou eu, é minha namorada e todos os que conseguiram assistir a essa porcaria até o fim. Lastimável como se jogam tanto dinheiro fora. Mais lamentável ainda é que eles nunca param, pois, sempre obtêm retorno nas bilheterias. Para mim chega.

Related Posts with Thumbnails