Battlestar Galáctica – 1º, 2º e 3º Temporadas

Este seriado foi o responsável por eu ter parado de ver e comentar todos os outros que acompanho e já reestrearam, como Heroes e Prison Break. Simplesmente fantástica esta série, que recebe ótimos elogios e críticas, apesar de não ter uma audiência tão grande.

Conforme informações, logo após o final da 4º e última temporada, será exibido um filme para o ‘fechamento’ desta série que já está me deixando saudades, mesmo eu nem tendo começado a ver a metade da 4º temporada que já foi exibida este ano. Vou comentar rapidamente sobre as temporas 1, 2 e 3, ok?

Os comentários abaixos podem conter alguns pequenos, pequenos mesmo, SPOILERS sobre a série. Garanto que nada que vá estragar sua diversão.

1º Temporada

A série começou para mim um pouco estranha, talvez porquê os episódios de prelúdio sejam um pouco grandes e confusos. Assim que iniciei realmente a primeira temporada, fiquei logo fissurado. Para quem gosta de ficção científica, espaço, batalhas entre naves de combate é um prato cheio. A série segue uma linha bem próxima da realidade, sem nada de tecnologias absurdas, apesar de estarmos falando sobre naves espaciais gigantes levando a raça humana pelo espaço.

Os Cylons foram criados pelos humanos para servirem e lhes proteger. Só que eles se rebelaram e se tornaram ainda bastante parecidos conosco. A série começa com o planeta Caprica, onde vivem uma parte da colônia humana (são 12 ao total onde cada planeta representa um signo) e logo vemos alguns sobreviventes, algo em torno de 45 mil pessoas, fugindo em diversas naves. A velha e boa Battlestar Galactica liderada pelo Almirante Adama é que tem a responsabilidade de proteger a frota colonial rumo ao distante e ‘lendário’ planeta Terra.

2º Temporada

Fugindo um pouco dos episódios sempre com batalhas espaciais entre as naves de combate da frota colonial e os ‘raiders’ cylons, a série ganha muita mais dramaticidade nesta segunda temporada. Temos uma assumição temporária e desastrosa da liderança na Galactica, conhecemos mais a fundo alguns personagens e também temos excelentes momentos entre os humanos que se relacionam com alguns Cylons, o que causa grandes problemas e desconfianças.

A infiltração Cylon entre os humanos é a chave nesta temporada. Se eu já tinha me empolgado com a primeira, ficava ainda mais fã da série a cada episódio que via. Ela termina com a descoberta de um possível novo lar para os humanos.

3º Temporada

De longe a melhor de todas, ao menos para mim. É claro que existiram alguns episódios chatos no meio, assim como nas outras temporadas, mas foi simplesmente genial os rumos encontrados aqui. Logo de início vemos os problemas da escolha de habitar o tal planeta encontrado no final da temporada anterior. Assim que os Cylons descobrem o paradeiro dos humanos, eles tomam controle do poder e o que vemos são tempos de puro terror.

Os criadores simplesmente conseguiram aqui nos colocar do outro lado do terrorismo. Homens-Bomba, motins, insurreições contra o poder dominante, isso todo somos “nós” agora que fazemos. Excelente mesmo. Os primeiros episódios realmente superam qualquer expectativa, e são sem dúvidas bastante pesados. Alguns personagens se tornam importantíssimos para o futuro da raça humana.

Como em todo seriado somos confrotados ainda com os aspectos religiosos, indo de encontro com os aspectos científicos. Cada vez mais vamos vendo também a raça humana, com os Cylons na cola, se aproximando do que parece ser a rota para o planeta terra. Saem de cena as batalhas que aconteciam praticamente a todo episódio entre as naves das duas ‘raças’, entra os conflitos internos na própria raça humana, discussões políticas, discussões morais e muito mais.

O final então é de arrepiar. Sério fiquei simplesmente estático. Eu posso, e acredito que estou, estar empolgado demais com a série, me desculpem então por isso. Battlestar Galactica conseguiu me prender de um jeito que só agora, com o final da terceira temporada, consegui dar uma parada e me atualizar nas outras séries que citei no início.

Assim que der uma atualizada em Heroes e Prison Break, continuo com a 4º temporada e venho aqui comentar. É até bom, assim não fico muito ‘no saci‘ de ver logo o final da série, que ainda vai demorar um pouco para continuar. Só posso dizer que é uma série altamente recomendada para quem gosta de Sci-Fi, batalhas espaciais e mistérios da humanidade.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

7 Comments

  1. Tô acompanhando Heroes e tá muito bom. Estão me surpreendendo, embora esteja cada vez mais parecido com X-Men. Mas sei lá… Ainda é diferente e tem suas vantagens.

    Post a Reply
  2. Neeeeeeeeerd o encontro dos Blogueiros, hein.

    Quero saber da Babloween!
    E a divulgação por aqui?

    Tã-tã-tã.

    Tem que rolar!

    Beijocas.

    Post a Reply
  3. Eu fiquei viciado na série e parei de ver antes do início da terceira temporada. A maior parte dos episódios termina com algum gancho muito pesado e isso me deixa preocupado em ver somente metade da quarta temporada.

    Foi dito no Ain’t It Cool News que o gancho que aconteceu no último episódio foi mais pesado do que aquele que marcou o fim da primeira temporada (aquele que marcou a vida de Adama).

    Quando acabar a quarta temporada assisto tudo de uma vez.

    Post a Reply
  4. Terminei a terceira e confesso que tô me segurando pra assistir a metade da 4 temporada que já tem disponível hehehe.

    Estou vendo Heroes e Prison Break para ajudar a me segurar um pouco

    Post a Reply
  5. Oi.. Acho que este post já deve estar morto, mas gostei muito de encontrar fans desta serie e, alem de tudo, comentarios tão positivos quanto os seus. Comecei a assistir a série a menos de uma semana e estou (como posso dizer?), completamente, apaixonado pela trama envolvente devido a dedicação e qualidade nas histórias apresentadas.

    Esta série realmente deve ser lembrada!!!
    (ps: to bem atrazado tb.. rs.. mas antes tarde do que nunca :D)

    Belo Post!

    Post a Reply
  6. Não está morto nao, todos os posts aqui estão sempre abertos a comentários e discussões.

    Battlestar Galactica é mesmo um seriado fantástico. Sempre recomendo quando alguém me pede sugestões de séries

    Um abraço David, e obrigado pelo elogio.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Battlestar Galactica – O Final da Série | Porra, man! | Porra, man! - [...] A 4º temporada continuou na mesma crescente que a série veio caminhando. Embates políticos, religiosos, uniões e rebeliões cylons…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.