Busca Implacável (Taken)

Direção: Pierre Morel.
Roteiro: Luc Besson, Robert Mark Kamen.
Elenco: Liam Neeson, Maggie Grace, Famke Janssen, Xander Berkeley.
Ano: 2008.
Gênero: Ação.
Tempo: 93 min.

Sinopse: Liam Neeson vive um ex-soldado que, em meio a uma viagem à Europa, tem a filha raptada. Ele irá utilizar todos seus conhecimentos de guerra para resgatá-la, antes que ela seja vendida.

Depois de uma cena do trailer em que Liam Neeson diz que vai dar uma chance ao sequestrador para soltar sua filha ou então “o bicho vai pegar“, fiquei com vontade de conferir “Busca Implacável (Taken)“. Quem vê o trailer ou lê sobre o filme já pensa o que vai encontrar, muita ação e pancadaria ‘gratuita’. Para que se importar com a história? E é justamente isso que o filme é, pancadaria, mortes e diversão, a trama é muito fraca e quem liga pra isso é melhor ficar longe dos cinemas.

O filme lembra aqueles velhos ‘clássicos’ de ação de antigamente. Liam Neeson interpreta Bryam, um pai que tenta recuperar sua filha (Maggie Grace, a Shannon de Lost) que foi raptada na França. Como um ex-oficial do governo americano, ele tem que por em prática “tudo o que sabe” para recuperar sua filha. Daí pra frente é tudo manjadinho, eu ainda assim achei bem divertido, apesar de já imaginar quase tudo o que poderia esperar.

Bryam é uma mistura de Rambo (em um dos momentos do filme alguém chama ele por esse apelido), com Jason Bourne, Jack Bauer e tem um pouco de McGyver também. Contamos ainda com a participação de Famke Janssen (X-Men) como a ex-esposa de Bryam, que mesmo tendo se divorciado da mulher continua tentando resgatar o tempo perdido com a filha. Isso na verdade pouco importa, como já comentei antes, o interesse aqui é você ver gente tomando porrada, tendo as costelas e os pescoços estrangulados.

Para quem gosta de filmes de ação e não se importam tanto em ver um trama bem construída e que fuja dos clichês manjados do gênero, o filme é uma boa pedida. Pra quem quer um pouco mais de conteúdo ou uma trama mais ‘original’ e não apenas pancadaria explícita, é melhor esquecer, a história rasa pode lhe irritar. Eu saí do cinema satisfeito pois vi o que esperava do filme.

Related Posts with Thumbnails