O Procurado (Wanted)

O Procurado (Wanted)

Direção: Timur Bekmambetov.
Roteiro: Derek Hass, Michael Brandt, Chris Morgan, baseado na HQ de Mark Millar e J.G. Jones.
Elenco: James McAvoy, Angelina Jolie, Morgan Freeman, Common, Terence Stamp, Thomas Kretschmann.
Ano: 2008.
Gênero: Ação.
Tempo: 110 min.

Sinopse: O fracassado Wesley Gibson (James McAvoy), após a morte do pai, misteriosamente assassinado, descobre que possui poderes muito além de sua imaginação. Ele se torna o mais novo recruta de uma sociedade secreta de assassinos e é treinado para ocupar o lugar de seu falecido pai.

O que você espera de um filme de ação? Em “O Procurado” (Wanted) você encontra tudo e mais um pouco. Um filme, pelo menos na minha visão, muito divertido e que vale a pena. Além de boas atuações de Morgan Freeman e do protagonista James McAvoy – que fez um belo trabalho em “Desejo e Reparação” – temos a estonteante Angelina Jolie mandando ver. Se as leis da física parecem altamente desafiadas, vamos nos lembrar que o filme é uma adaptação de uma série dos quadrinhos de Mark Millar e J.G. Jones. Eu não conheço os quadrinhos, mas pelo que andei pesquisando o filme não chega aos pés dele no quesito “mentiras“, ou como chamamos aqui na Bahia, “culhudas (cuiudas)“.

Wesley Gibson é um sujeito que leva a vida como uma pessoa insignificante, nem no Google ele encontra sequer um resultado para seu nome. A premissa do filme é até básica, um sujeito insignificante que de repente descobre ser herdeiro e ter poderes “supremos” e de repente sai detonando tudo. Eu particulamente achei sensacional. Simples, explosivo e direto, um filme que te deixa até sem fôlego.

O diretor russo Timur Bekmambetov dirigiu antes o filme “Os Guardiões da Noite“, que meu amigo Ramonaldo já tinha me indicado e até coloquei em minha lista de filmes à assistir. Com certeza agora irei vê-lo muito em breve. Para quem acha que o filme foi um pouco além, recomendo então assistir o impagável “Mandando Bala (Shot´em Up”!). Ali sim tenho certeza que quem se “chateou” um pouco com “O Procurado“, vai se contorcer todo.

Sei que tem pessoas que ficam chocadas quando vão ao cinema e vêem carros dando piruetas no ar, cenas altamente impossíveis, shows pirotécnicos de tiros e explosões, mas quem viu o trailer, ou sabe de onde saiu o filme sabe muito bem onde está se metendo. Num mundo onde sujeitos fazem as balas fazerem curvas, o que mais seria impossível? E saiba que é isso que faz o filme ser um ótimo entretenimento. A história tem até algumas surpresas e ótimas sacadas no decorrer da trama.

O filme ainda nos proporciona uma das melhores cenas que já vi no cinema, quem assistiu sabe que envolve um teclado de computador e um pouco de raiva. Simplesmente sensacional. De ruim acredito que apenas aquelas vezes que ele dá uma de Ferris Bueller (Curtindo a Vida Adoidado) e começa a conversar com a gente. Fica meio fora do contexto, mas é muito pouco para o ótimo trabalho que fizem com essa película (película é altamente profissional não?).

Eu adorei o filme, me diverti bastante e acredito que seja uma ótima opção nos cinemas. Uma dica para os que gostam de filmes mais verossímeis com a realidade é entrar no cinema e desligar o modo chato, afinal estamos vendo uma obra adaptada dos quadrinhos e que já nos mostra nos trailers tudo o que esperar vendo o filme. Se uma bala pode fazer curva no ar, o que mais eles não podem fazer? Diversão garantidíssima.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

17 Comments

  1. Assisti esse filme e até que me surpreendeu. Achei que seria algo totalmente previsivel… mas não foi. O James McAvoy estava perfeito no papel e depois de um tempo eu já tinha esquecido o quanto era absurdo aquelas piruetas automobilisticas e aquelas balas fazendo curvas.

    Eu recomendo!

    Post a Reply
  2. Achei esse filme péssimo ehhehe
    Tem muita cena em camera lenta, tira a dinâmica das cenas de ação. Fora a explicação absurda pros acontecimentos… Eles dão a vida por aquilo?
    Meio non sense

    Post a Reply
  3. É, preciso ir ver esse filme.
    Quanto aos quadrinhos, parece que compraram o direito de adaptação antes mesmo da parada ficar pronta. Então tiveram a “liberdade” de mudar quase tudo no final das contas.
    heheheheheheh

    Post a Reply
  4. Já iniciei o processo de convencer a namorada…

    Post a Reply
  5. No meu caso eu tinha uma espectativa grande, afinal tinha visto tanto Guardiões da Noite quanto Guardiões do Dia, que na minha opinião são muito superiores, talvez por não serem presos pelas amarras de Hollywood.

    Me diverti em certas cenas e achei certos momentos muito forçados (como uma certa decisão de Fox no final). Sem contar na filosofia de colher de chá mostrada em certos momentos.

    As cenas de ação são bem feitas e me diverti em certos momentos, mas não é um filme como os dos Guardiões, apesar das peripécias visuais estarem lá.

    Sobre o roteiro eu já tinha cantado a “virada” da história na cena em que Wesley encontra Fox.

    p.s: ninguém se importou com as centenas de mortos no trem?

    Post a Reply
  6. Boa Dmitry, já tinha esquecido deste detalhe da cena do trem.

    Ninguém não tá nem aí pros mortos.

    E aquela cena do teclado? Sensacional!

    Post a Reply
  7. Eu tava esperando muito assistir esse filme. Tudo bem que parecia bem exagerado, mas a graça era essa mesma. O ruim é que na minha cidade ainda não estreou, e por isso eu tava até meio receoso de ler o texto, mas como sempre mais uma ótima resenha livre de spoilers.
    Mais uma confirmação de que esse é um must-see pra mim.

    Post a Reply
  8. No início minhas resenhas eram cheias de spoilers, com o tempo eu fui me policiando e agora evito colocar qualquer spoilers, pois sei que tem gente que ainda não assistiu. Quando coloco eu lanço um aviso.

    Pode aguardar que o filme é muito divertido

    Post a Reply
  9. ohhh o filme é muito viajado!!!!! leia-se… bom pra caramba. Quanto ‘a cena do trem , realmente me encomodou!!!jmaes mcavoy é o car!!!! rsrsrs

    Post a Reply
  10. Jeane acho que a idéia do filme era essa mesmo. Quem fez o filme deve ter achado ser irrelevante se preocupar com as pessoas no trem hehehe

    []´s

    Post a Reply
  11. vi este filme e ate achei minimamente interessante.
    nao e um filme que eu diga “adorei” ou “foi algo sensacional” na..nada disso
    acho que foi um filme basico, banal…como todos os outros…e entao aquelas balas, amei ehhe (ironia)
    mas sei que e um filme do qual as pessoas vao achar piada..

    Post a Reply
  12. ruim!
    péssimo filme!

    Post a Reply
  13. a história do barbante é horrível!
    se o filme fosse só os assassinos querendo usar o garoto pra matar o pai por motivos de traição tava ótimo!
    mais colocar profecia de barbante?
    tá louco?

    Post a Reply
  14. Gostei bastante deste filme.
    Acho que filmes deste tipo são um
    modo de sairmos da nossa realidade
    e esquecer o mundo lá fora,mesmo
    que por alguns minutos.

    Post a Reply
    • Tem gente que não consegue se divertir com filmes que fogem da realidade como este Beto, eu também gostei!

      Post a Reply
  15. esse filme me lembrou bastante matrix,já que faz muito o uso da câmera lenta e tem um estilo de luta semelhante,eu gostei muito,ótimas cenas de ação,reviravolta na história e um elenco de peso.

    Post a Reply
  16. Achei um filme sem graça. A trama nao me prendeu em nada… o desfecho foi extremamente sem graça. Esse aí eu passaria fácil fácil.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. A Troca (Changeling) | Porra, man! - [...] os anos de 1928 e 1930. Certo dia Christina Collins, interpretada no filme por Angelina Jolie (O Procurado), saiu…
  2. Palpites para os indicados ao Oscar 2009 | Porra, man! - [...] “O Curioso Caso de Benjamin Button” “Batman - O Cavaleiro das Trevas“ “Quem Quer Ser um Milionário?” “Wall-E” “O…
  3. O último rei da Escócia (The last king of Scotland) | Porra, man! - [...] bem realizado. A atuação premiada de Whitaker combinada com a também bela atuação McAvoy (“O Procurado”) são a força…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.