[Esse Era Bala!] Conta Comigo (Stand By Me) – 1986

Baseado num livro chamado “The Body (O Corpo)” de Stephen King, Conta Comigo (Stand By Me) é um dos filmes que marcaram a minha vida. Um grande clássico com uma das histórias mais belas sobre amizade. Uma verdadeira obra-prima, que é passado de forma simples e direta, com uma trama muito bonita sobre 4 garotos que saem de sua pequena cidade rumo a uma grande aventura, que marca suas vidas para sempre. Esse, com toda certeza, é um dos maiores clássicos da sessão da tarde.

A trama se passa no início da década de 60 e conta a história de Chris (River Phoenix), Gordie (Wil Wheaton), Teddy (Corey Feldman) e Vern (Jerry O’Connell), quatro jovens amigos que estão tentando aproveitar suas férias em sua pacata cidade. Depois que Vern descobre que um garoto de sua vizinhança morreu atropelado por um trem, eles decidem ir para a floresta seguindo os trilhos para tentar encontrar o seu corpo, que está desaparecido, tudo isso movido pelo desejo mórbido de ver alguém morto (vale a redundância ok?). Não lembra ou não é da época? Confira o fantástico trailer abaixo:


Clique aqui caso esteja lendo o feed e não consiga ver o vídeo.

A canção Stand By Me (que passa no final deste trailer) é de arrepiar. Outro dia estava com insônia e fiquei altamente feliz ao ver que estava passando no corujão (ou algo similar) na globo este filme, e ainda era o início. Claro que assisti até o fim e pude relembrar das cenas clássicas. O filme ainda conta com a participação de Kiefer Sutherland (Jack Bauer, uoooohhhh!) que interpreta um bad boy que além de atazanar a vida dos garotos tenta atrapalhá-los.

Mais do que uma história que pode aparecer boba para alguns, Conta Comigo, é uma aula sobre amizade e nos mostra que os 4 jovens amigos marcam suas vidas com esta aventura. Um filme na verdade bem dramático, e longe de ser simplesmente um filme infantil. Quem não se emociona ao lembrar desta trama? Não diga que apenas eu.

O filme alterna muito bem boas doses de humor com momentos sérios e de transformação. Algumas cenas falam por si só, nem precisam de diálogo. Algumas delas são marcantes como quando temos dois deles correndo na ponte para não serem mortos pelo trem, ou quando eles se reunem na fogueira para contar histórias assustadores ou a que primeiro me surje na mente, que é deles saindo do lago e descobrindo que estão cheio de sangue-sugas. Gordie então descobre uma num lugar muito incômodo, só de lembrar dói.

Uma jornada que mudará para sempre suas vidas, e nos faz refletir sobre o tema principal do filme, a amizade. Depois que eles descobrem o corpo do garoto fica claro a mudança em suas vidas. Quando eles voltam para suas casas eles receiam, e parecem advinhar, que eles acabariam se separando no decorrer de suas vidas. O final do filme então é de arrepiar, quando nos mostra Gordie já adulto, escrevendo um livro sobre a sua jornada na infância (a própria apresentada no filme) e ele diz uma frase célebre:

“Amigos nas nossas vidas são como garçons em restaurantes. Sempre passam, porém, alguns demoram mais do que outros.”

Quem hoje já na sua fase adulta (ou quase isso) não se lembra de grandes amigos que teve na infância, daqueles que pareciam que iriam ficar contigo pro resto de sua vida, mas que o destino acaba nos separando de uma forma ou de outra, e eles se tornam apenas uma lembrança distante. Se você for um ET, ou se ainda não tinha idade na época que o filme era exibido, corra para assistir, pois este é um filme excelente e eu recomendo muito.

Algumas Curiosidades:

River Phoenix fez filmes como Viagem ao Mundo dos Sonhos e Garotos de Programa (1991). Teve uma grande participação em Indiana Jones e a última Cruzada interpretando um jovem Indiana, e parecia ser o mais promissor dos garotos, entretanto, teve uma morte trágica com um ataque cardíaco induzido por drogas em 1993.

Para Whil Wheaton foi o auge da sua carreira. Após este filme infelizmente ele levou uma vida praticamente irrelevante como ator, trabalhando ultimamente em algumas séries de Tv.

Corey Feldman era figurinha carimbada em grandes clássicos da sessão da tarde. Fez bons filmes como Garotos Perdidos, Sem Licença para Dirigir, Goonies, dentre outros. Apesar de ter um destino melhor do que Whil Wheaton, pouco a pouco sua carreira foi minando e atualmente é praticamente um desconhecido, que vai até participar do segundo Garotos Perdidos: A Tribo.

Jerry O´Connel quem diria de gordinho meio nerd se tornou o ator que teve mais sorte. Faz alguns filmes conhecidos de vez em quando e é uma figura que já vi inclusive em uma trama ou outra mas nunca tinha ligado ele ao gordinho de Conta Comigo. Fez Pânico 2, para citar um filme.

Fontes: IMDb, High Fidelity e Boca do Inferno.

Confira abaixo uma galeria com as imagens usadas neste post e algumas outras, inclusive um wallpaper do filme.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

23 Comments

  1. Esse era bala… Pena que o River Phoenix morreu tão cedo.

    Post a Reply
  2. Lembro-me muito bem dele. Assistia muito quando passava na Sessão da Tarde, e até acho que tenha passado no SBT tb.

    Post a Reply
  3. Porra man!

    Excelente post! Parabéns. Devo ter assistido umas 300 vezes esse filme quando ainda era punheteiro adolescente. E digo mais aquela frase que você destacou:

    “Amigos nas nossas vidas são como garçons em restaurantes. Sempre passam, porém, alguns demoram mais do que outros.”

    Realmente marcou minha vida, nunca mais esqueci dela…

    Mais uma vez parabéns pelo post e pelo blog, está muito bom. Conheci através do Thiago dos Joguinhos e já assinei seu feed!

    []’s
    Compulsivo

    Post a Reply
  4. Eu vi no dia que passou na globo! Foi naquele programa que o povo liga e escolhe o filme que vai passar, intercine eu acho!

    Post a Reply
  5. foi só ver a figura do topo que já lembrei da cena do trem . tenho 20 anos mas esse filme marcou minha vida pelas reprises da sessão da tarde. queria ter tido a idade que tenho hoje naquele tempo,pois ser um jovem de uma epoca tão repugnante é muito ruim .

    Post a Reply
  6. Realmente é muito bom o filme. Infelizmente, os padrões atuais da Indústria, não “permitem” mais filmes assim.

    A propósito, o Jerry O´Connel fez aquele seriado Sliders, que é muito legal tb.

    Post a Reply
  7. Excelente filme, marcou minha infância, um dos melhores que eu já vi, só n concordo muito que quem n tenha assitido seja um ET, eu por exemplo demorei para conhecê-lo, pois estudava dia e noite. Para mim o melhor de todos os 4 atores foi o Whil Wheaton, pois participou da maravilhosa série Jornada nas estrelas, a nova geração, a melhor série scifi que já vi. Abraços.

    Post a Reply
  8. Pelo visto tem gente que não cresceu ainda, né Djo? Seu ip e email estão aqui 😀

    Post a Reply
  9. Sabe !!! ñ importa se alguns se encomodam com o fato do filme ser um máximo;o importante é que quem viu o filme pode tirar uma lição pra vida inteira…Pena que os filmes de hoje para o publico joven vem sempre cheio de bobagens,fantasias e até mesmo muito sexo e drogas…POIS é !!!! QUE EVOLUÇÃO.

    Post a Reply
  10. muito bom mesmo e filme da minha infancia nao so da infancia como da fase adulta ..

    Post a Reply
  11. Nossa conta comigo é o filme da minha vida, nem sei explica o que sinto quanto assisto, é fabuloso.E quando toca aquela música “stand by me” nossa muito emocionante, vou levar esse filme durante toda minha vida.Fiquei muito triste com a morte River Phoenix ele faz muita falta no cinema.Enfim amo esse filme

    Post a Reply
  12. assisto o filme todos os dias e não me enjoei…
    sinceramente é o melhor filme q existe…se o mundo inteiro ver esse filme…com certeza não haveria
    falsidades no mundo nem mta violencia…
    o filme é mto bom e eu passo para um monte d pessoas ver este filme…nunca ninguém q eu mostrei o filme acharam ruim…e pra mim o q mais tem haver comigo é o chris chambers(river phoenix)…
    parabens por ter feito essa grande homenagem ao filme e aos atores…vlw…

    Post a Reply
  13. Bruno, valeu a você pelo comentário.

    Sempre procuro prestar homenagens, ou pelo menos relembrar, grandes clássicos do cinema.

    O próximo será um filmaço. Aguarde

    []´s

    Post a Reply
  14. Cara, tava googlando sobre o filme e cheguei até aqui. Putz, esse é um dos meus filmes preferidos! Há muito tempo atrás, até falei dele, num outro blog que eu tinha: http://ensaiogeral2006.blogspot.com/2006/12/stand-by-me-s-vezes-o-melhor-da-vida.html

    Deu saudade aqui. Valeu mesmo!

    Ei, tô vendo que você é amigo de uma grande amiga minha: a Cintia do Cinecabeça! Coincidência, né?

    Bom, se puder passar lá no “Diz”, ficarei honrado. Meu foco não é cinema, se bem que, vez ou outra, me arrisco a falar sobre o tema… hehehehe!

    http://www.marcelo-antunes.blogspot.com

    Mais uma vez, valeu pela Sessão Nostalgia!

    Grande abraço!

    Post a Reply
  15. cara faz muito tempo que eu tava procurando este filme valeu muito bom

    Post a Reply
  16. Tenho 18 anos mas assisti muito esse filme na Sessão da Tarde.Realmente o filme é excelente,a história é linda e emocionante.Já mandei diversos pedidos para que a globo voltasse a transmiti-lo.Adorei seu texto.[Esse Era Bala!]!!!

    Post a Reply
    • Keila, que bom que gostou. Mas é isso, os clássicos são atemporais e nunca morrem. Torcendo aqui pra Globo aceitar o seu pedido!

      Post a Reply
  17. realmente esse filme é fantástico,é tão divertido e envolvente,que dava até vontade de juntar uns amigos e sair pra viver uma aventura

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Esse Era Bala: Sem Licença para Dirigir (License to Drive, 1988) | Porra, man! - [...] Feldman era o maior astro dos clássicos filmes da sessão da tarde oitentistas  como Gonnies, Conta Comigo, Gremlins e…
  2. The Kings of Summer - Resenha do Filme (Porra, Man!) - […] o prêmio especial do júri, “ The Kings of Summer ”, que vem sendo comparado ao clássico “Conta Comigo” e ainda…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.