Meu Nome é Taylor, Drillbit Taylor

3 - Legal

Poster do filme Drillbit Taylor

Meu Nome é Taylor, Drillbit Taylor.

Direção: Steven Brill.
Roteiro: Kristofor Brown, Seth Rogen, John Hughes.
Lançamento: 2008.
Elenco: Owen Wilson, Nate Hartley, Troy Gentile, Ian Roberts, Casey Boersma, Dylan Boersma.
Gênero: Comédia.
Tempo: 102 min.

Sinopse: Ryan, Wide e Emmit estão animados para o primeiro dia de aula na escola nova… mas só até conhecerem Filkins, garoto brigão que lembra um pequeno dr. Hannibal Lecter. Antes de afundarem por completo no reino de terror de Filkins, eles buscam alguma forma de proteção publicando um anúncio na revista Soldado de Aluguel. A melhor resposta – e mais em conta – vem de Drillbit Taylor (Owen Wilson), um soldado de aluguel sem grana e sem teto – ele prefere dizer “livre de tetos” – que vive na praia. A partir daí, Taylor os submete a treinamentos físico e mental.

Depois de assistir o trailer de Drillbit Taylor cheguei até a me empolgar e lançar um post comentando sobre o filme que estreou semana passada em nossos cinemas. Aquela velha temática de nerds apanhando dos “brigões” de colégio, piadas manjadas e até algumas semelhanças com o ótimo Superbad – É Hoje!

Drillbilt Taylor Oscar Owen

Acabei indicando como um bom filme porquê existem algumas cenas bastanta cômicas e situações muito hilárias, uma pena que a maior parte do tempo o filme seja bobo e até um pouco sem graça. Me fez lembrar aqueles filmes que passavam no SBT antigamente para combater com os da sessão da tarde na Globo.

O filme é da turminha dos Apatow (Virgem de 40 Anos, Superbad), conta no roteiro com Seth Rogen que fez um ótimo trabalho produzindo e também atuando em Superbad. O trio de nerds é altamente semelhante com o do seu filme anterior, temos o gordinho cabeludo meio tarado, temos um magricelo nerd com problemas para conquistar uma garota e um nerd altamente “freak“. Emmit que é o tal garoto doente mental mais parece um Gnomo, entretanto, faltam milhões de anos luz para ele chegar aos pés do grande McLovin.

Owen Wilson dá um toque especial à trama sendo um “sem-teto” que aceita proteger os três garotos Nerds novatos no colégio. Ele é contratado como guarda-costas para protegê-los de 2 garotos brigões que vivem atazando a vida deles. Ao lado de cenas cômicas, temos cenas bonitinhas de amizade, compaixão e também muita cena idiota e momentos totalmente sem graça.

Drillbilt Taylor

No geral temos um filme que pode soar como manjado, mas que por algumas cenas vale o seu tempo perdido gasto vendo o filme. Se você adora filmes desta temática pode acabar achando legalzinho, caso contrário espere ele sair na sessão da tarde ou se tiver Tv por assinatura no Telecine Pipoca. Ele acaba apenas cumprindo seu papel, diversão descartável que não deve deixar mais que 1 ou 2 cenas gravadas em sua mente.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

7 Comments

  1. É, continuo sem muita empolgação pra ver.
    Acho que cinema agora só semana que vem pra ver “Homem de Ferro”.

    Post a Reply
  2. Cara, eu fui ver sem muita pretensão. Achei estremamente parecido com Superbad, tem muitas cenas que lembram. No geral, é como vocÊ disse, tem cenas hilárias, mas a maioria é patética. De qualquer forma, tem umas piadinhas interessantes (tipo o nerd freak que só usa camisa de espetáculos da broadway).
    abraço

    Post a Reply
  3. As opções no cinema não andam muito boas mesmo.

    Rodrigo, é isso aí. O filme vale a pena por algumas cenas, que são muito legais.

    Post a Reply
  4. eustou querendo assisti esse filme!

    Post a Reply
  5. o filme é muito bom!
    mais um filme pra entra pra minha lista dew melhores comédias!
    eu quase cuspe sangue rindo com esse filme!

    Post a Reply
  6. esse filme é hilário em algumas cenas

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Marley e Eu (Marley & Me) | Porra, man! - [...] filme temos Owen Wilson (Meu Nome é Taylor, Drilbit Taylor) interpretando John Grogan que, ao se casar com Jenifer…
  2. John Hughes se vai e com ele parte de nossa infância | Kapim - [...] “Mulher Nota 1000?, “Esqueceram de Mim”. Fez ainda filmes mais recentes como “Drilbit Taylor“, dentre vários outros projetos de…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.