O Homem que Desafiou o Diabo

O Homem que Desafiou o Diabo

Direção:Moacyr Góes
Roteiro: Moacyr Góes, Bráulio Tavares, Nei Leandro de Castro.
Lançamento: 2007 .
Elenco: Marcos Palmeira, Flávia Alessandra, Fernanda Paes Leme, Lívia Falcão, Sérgio Mamberti, Renato Consorte, Helder Vasconcelos, Giselle Lima, Antonio Pitanga, Leandro Firmino da Hora, Leon Goes, Lúcio Mauro.
Gênero: Comédia.
Tempo: 106 min.

Sinopse: Cansado das humilhações sofridas pela sua esposa (Lívia Falcão), a qual teve que casar forçado depois de desvirginá-la, José Araujo (Marcos Palmeira) se torna Ojuara (Araújo ao contrário), um homem ‘valente’ que sai desbravando o sertão em busca de aventuras, cachaça e mulheres.

Não me pergutem porquê inventei de ver este filme. Tinha visto o trailer e não gostado de cara. Talvez alguma curiosidade mórbida preencheu meu cérebro e acabei conferindo ontem. É nesses momentos que fico decepcionado com o cinema nacional, fica se valendo de “cenários” já muito retratados em filmes que deram muito certo como “O Auto da Compadecida” ou “Lisbela e o Prisioneiro” para ganhar o público. Um nordeste bem artificial e caricato demais. Um filme que serve apenas como uma boa desculpa para conferir Fernanda Paes Leme, Flávia Alessandra e outras beldades nuas. É jogar na lama a imagem do cinema nacional que ultimamente tem feito excelentes filmes.


Ojuara é um sujeito que não tem medo de nada, principalmente do Diabo, como o próprio nome do filme diz. Aqui fica um ponto positivo, o “Cão Miúdo” é representado de uma forma muito legal pelo Helder Vasconcelos. Fora isso, de bom, temos apenas como eu já havia mencionado as belas atrizes peladas. Não é completamente, mas uma boa parte. Inclusive só serviram para isso mesmo, nada acrescentam a trama e não se parecem em nada também com típicas nordestinas, não estou falando fisicamente, mas sim na interpretação.

O filme vai se desenrolando e algumas cenas são tão baixaria que você acaba ficando com vergonha de ver. Fora que eu acho que deve ter sido de propósito, não é possível, Fernanda Paes fica banguela e nas cenas seguintes quando ela sorri está com um sorriso perfeito. Sem contar com a menina ruiva que tem pelos pubianos ruivos na “cor preta”, Ojuara inclusive queria matar essa curiosidade e guarda consigo um tufinho de lembrança. Entendeu? Isso é ser chato demais eu sei, mas não foram por essas besteiras que eu não gostei do filme.

A história é adaptada do livro “As Pelejas de Ojuara”, que deve ser melhor que o filme. Aposto que a imaginação de quem lê é muito melhor do que a retratação do nordeste nas mãos de Moacyr Góes, dos ‘incríveis’ filmes “Dom” e “Trair e Coçar é Só Começar”. Parece muito mais com aquele nordeste global, ou seja, uma terrível farsa. Apesar das belas mulheres nuas, da participação cômica de Otto e da bela atuação de Helder Vasconcelos como o Capeta com um gingado invejável, o filme realmente é uma lástima. Não perca seu tempo.
Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

9 Comments

  1. Man, pra vc ter uma idéia, eu ganhei o ingresso pra ver esse filme e mesmo assim não quis encarar. Eu dei pra Cafezinho, que levou Tarcila pra ver. Não sei se ela curtiu, mas ele achou bala.
    hauhauahuahuhauah

    Acho que nem mesmo as mulheres nuas me empolgaram em ver o filme.
    ahahahahahaha

    Post a Reply
  2. Cafezinho não é muito parametro. Não dei nota 1 à toa hahaha.

    Post a Reply
  3. Gente vomos ser sinceros, só oq salva o filme é o diabo (Helder Vasconcelos) pq o resto é muito sem noção e sobre a ruiava q na verdade é morena tambem notei, aquilo foi sureal.
    rsrsrsrsrsrs

    Post a Reply
  4. Gostei da forma q o filme foi feito pq o cenário no pobre sertão do NE ñ admite excesso de ficção. Além de que o Hélder nobre colega do curso de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica de Pernambuco (antiga FESP) 87.2 está hilário e espetacular com sua performace.

    aRNALDO (Negão)

    Post a Reply
  5. é de se esperar de um filme brasileiro!

    Post a Reply
  6. discordo de vocs o filme é muito engraçado, principalmente o momento em q o ojuara bebe pinga na caneca do velho. kkkk. É verdad q alguns filmes brasileiros deixam a desejar como outros filmes de outros países, o ator marcos palmeira está de parabéns por essa atuação tão radical a seus personagens em novelas de quinta categoria da rede globo!!

    Post a Reply
  7. Wyt, o espaço esta aí justamente para vocês comentarem e dizerem o que achou do filme, que bom que gostaram, eu não tive a mesma visão.

    Grande abraço

    Post a Reply
  8. Nossa estou muito afim de ajudar essa campnaha, porque eu quero que pessoas da minha idade tambe9m tem esse interesse para criar um mundo melhor para todos. Eu APOIO TOTAL VOCcaS.

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.