Nacho Libre (Super Nacho) – [Lista de Filmes]

Nacho Libre (Super Nacho) [2006] Direção: Jared Hess Roteiro: Jared Hess, Jerusha Hess, Mike White Elenco: Jack Black, Ana de la Reguera, Héctor Jiménez, Darius Rose, Moises Arias Gênero: Comédia Tempo: 100 min

Sinopse: Para tentar salvar o monastério em que foi criado, Nacho (Jack Black), decide se inscrever num torneio de luta livre. Além do ato ‘nobre‘ de tentar dar melhores condições aos órfãos que vivem no monastério, Nacho também tenta chamar a atenção de uma freira novata, Encarnación (Ana de la Reguera).

O texto abaixo possui alguns Spoilers, portanto, se não quer saber nada sobre a trama pare a leitura aqui. Não bastasse a louca trama de um integrante de um monastério interessado em uma ‘irmã‘ (freira, calma pessoas) e que decide participar de um torneio de luta livre para arrecadar fundos para os órfãos que vivem com ele, temos Jack Black mais uma vez fazendo o que sabe de melhor, ser idiota. Pra quem já é fã do cara que fez filmes como “Escola de Rock” e “O amor é cego” sabe muito bem o que lhe espera em Nacho Libre.

O filme nem chegou a ser lançado por aqui nos cinemas e acabou saindo direto para DVD. Na minha lista de filmes a pouco tempo, Nacho Libre é um filme que de tão imbecil é divertido. Eu particulamente gosto bastante de Jack Black (mais nas comédias do que em filmes ‘sérios‘ como King Kong). Unindo o seu perfil ‘atlético‘ e muito ‘esbelto‘ com roupas coladas, suas poses fantásticas e as lutas com seu companheiro Esqueleto (nem preciso dizer o porquê), o filme é uma boa pedida para quem gosta de comédias escrachadas. Sem contar que a própria luta livre em si já é pura comédia. A trama vai se desenvolvendo, Nacho e Esqueleto vão tomando porrada de toda sorte de lutadores (tem uma com dois anões que eu passei mal de rir) e você já fica imaginando a hora que eles vão ganhar. Mesmo apanhando os dois continuam recebendo dinheiro pelas lutas, pois o público adora eles. Quando você acha que já bastou deles apanharem e chegou a hora de vencer, eles perdem e tomam outra surra, é muito bom. Inclusive em uma das cenas Jack Black pula do ringue e quando vôou para o público bateu e cortou a cabeça nas filmagens de verdade, levou ponto e tudo. Nacho Libre vai agradar mais aos fãs de Jack Black e também àqueles que gostam de comédias bem caricatas. Se você torce o nariz para este tipo de filme deve acabar achando um grande besteirol, com um gordinho barrigudo de roupas coladas e poses idiotas.
Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

3 Comments

  1. Esse filme é ridículo. Mas até que eu dei umas poucas risadas.
    😛
    hehehe

    Muito bem por ter me adicionado.
    E eu não estou queimando V. Sa…

    E esse shoooooooow!!!?

    Post a Reply
  2. Eu acho que até esperava mais desse filme, mas ele é bom mesmo assim. Jack Black é gênio! Inclusive eu tenho o poster desse filme. Em 2006 rolou uma NAVE de cinema e deram cartazes do filme pra colocar lá de enfeite. Acabei levando 1 pra casa. Os caras tavam com todo o material de divulgação pronto e desistiram de lançar no cinema. Bizarro!

    Post a Reply
  3. o filme é o bicho!
    eu chorei de rir!
    comédia perfeita!

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. O Âncora - A Lenda de Ron Burgundy (Crítica do Filme) | Porra, man! - [...] por exemplo, Steve Carrell (O Virgem de 40 Anos, A Volta do Todo Poderoso, Agente 86), Jack Black (Nacho…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.