Diretor: Mauro Lima
Roteiro:
Mauro Lima e Mariza Leão adaptação do livro de Guilherme Fiuza.
Gênero: Drama
Duração: 128 min
Elenco: Selton Mello, Cléo Pires, Cássia Kiss

Sinopse: Adaptação de livro homônimo escrito pelo jornalista Guilherme Fiuza e baseado em fatos reais. Conta a história de Guilherme Estrella, um jovem de classe média carioca que se transforma num grande traficante e consumidor de cocaína.

O texto abaixo possui alguns Spoilers, portanto, se não quer saber nada sobre a trama pare a leitura aqui.

Meu Nome Não é Johnny (é Márcio, essa foi a pior do ano) é mais um filme em que vemos Selton Mello detonando. Ele interpreta Guilherme Estrella, um jovem que que vê sua vida transformada de repente com o envolvimento no tráfico e consumo de drogas (principalmente cocaína). O filme se basea no livro que por sua vez é baseado (uhhh!) em fatos reais.

A história não tem nada de espetacular ou que não já seja de conhecimento de todos, nenhuma grande novidade. A atuação de Selton que é fantástica, apesar de ser um drama tem muitos momento hilários. Tinha visto o trailer e não me empolgado muito, mas dei um voto de confiança e fui conferir, vale a pena o filme. As cenas na cadeia quando surge Luis Miranda (o ‘Moreno‘ de Sob Nova Direção) são sensacionais também, passei mal de rir no cinema tanto com Selton quanto com ele.

Só achei um pouco extenso, podia ser reduzido um pouco, mas não é nada que incomode tanto. Mais um filme sobre drogas e uma história que acaba fazendo a gente se afeiçoar com o Guilherme Estrella, torcer por um traficante de cocaína. Isso tudo devido que, a vida dele foi na verdade uma série de atos inconsequentes que acabou culminando com seu julgamento, só que por fim, ele contou com um pouco de sorte na sua sentença. Hoje ele é produtor musical, cantor e compositor. Acho que vale até um pouco a lição de moral e o drama, mas o que gostei mesmo foram os momentos hilários do filme.

Meu primeiro filme com Classificação indicativa 😛

Related Posts with Thumbnails