30 Dias de Noite (30 Days Of Night) é a adaptação dos quadrinhos Steve Niles e Ben Templesmith, que Sam Raimi de Homem Aranha leu, gostou e apostou no filme (Dirigido por David Slade). É um filme de terror tenso com direito a muito sangue que os amantes do gênero devem gostar.

A história se passa em Barrow, uma cidade do Alasca que passa 1 mês no ano sem a ‘companhia do sol’. Nesse período a maioria da população local vai embora da cidade. Para os que ficam estranhos atos de vandalismo começam a pertubá-los. Logo em seguida uma gangue de Vampiros sanguinolentos e destruidores começa a atacar a cidade. Resta a eles tentarem sobreviver 1 mês sem ajuda exterior e muito menos do sol.

O contexto da história deixa tudo com um certo ar de ‘realismo‘, afinal, quem nunca ouviu falar nas cidades no Alasca que ficam vários dias sem a luz do Sol no inverno? Vampiros também só vivem durante a noite, então o casamento dos elementos ficou mais que perfeito. As cenas de ‘susto‘ são ótimas, o filme é muito tenso e ‘nervoso‘.

Algumas poucas coisas me fizeram rir durante o filme mas não estragou minha diversão, sem contar com alguns acontecimentos que sempre aparecem em filmes deste gênero, que se assemelha até um pouco com filmes de Zumbis. Sempre tem aquele sujeito que é mordido e fica na dele, depois aparece querendo ‘comer‘ (uai!) todo mundo, tem sempre aquele sujeito que quer salvar o mundo, tem sempre aquele outro sujeito que pede para ser morto, em fim, nada que você não já saiba que vai acontecer.

Garanto que nenhum ponto ‘ruim‘ do filme, que são poucos e totalmente ofuscados pelas demais cenas do filme, vai estragar sua diversão. Todo o clima de gelo e nevascas, a escuridão durante um mês, as pessoas enclausuradas e lutando por sobrevivência e também as cenas de ação, ajudam a garantir um bom filme, principalmente para quem gosta do gênero. Se o Sr. 02 tem medinho de filme de susto, peça pra sair.

Related Posts with Thumbnails