O Homem Duplo (A Scanner Darkly) saiu de cartaz antes que tivesse tido tempo de vê-lo nos cinemas na época em que foi exibido. Foi um dos primeiros filmes que pensei quando fiz minha lista. A técnica de rotoscopia utilizada no filme, que deixou os personagens e cenários parecido com um desenho animado, só que bem próximo do real, foi o que me chamou logo a atenção e foi o que me fez querer ver o filme, muito mais do que a história dele em si.

Depois de ver o filme você percebe que essa técnica caiu muito bem, se fosse filmado “normalmente” talvez não causasse o impacto necessário para destacar essa obra. O filme é baseado num livro que conta as experiências de Philip K. Dick com as drogas, o qual Richard Linklatter utilizou para adaptar o filme. O desenho fica um pouco tremido, as falas são meio loucas, a idéia é doida e a história só “desembola” a sua mente já no fim do filme.
O filme se passa num futuro não muito distante, 7 anos na frente dos dias atuais, e mostra o Estados Unidos completamente vencido na guerra contra o tráfico de drogas, em principal por uma droga conhecida como Substância D, altamente viciável e que causa disturbios mentais e dupla personalidade em quem a consome. Bob Actor (Keanu Reeves) é um agente policial disfarçado numa roupa futurista que acaba tendo que investigar ninguém menos que ele próprio. Aliado a isso acaba viciado na Substância D, em partes para se ‘interar’ com possíveis traficantes/terroristas e descobrir quem está alimentando o ‘mercado’ com a droga. Ao mesmo tempo ele vai sofrendo sérios problemas de personalidade devido aos sintomas da Substância D.

Conta ainda com boas participações de Robert Downey Jr como James Barris, e Winona Ryder como Donna Hawthorne. É um bom filme, assista nem que seja só para ver como funciona perfeitamente a técnica de rotoscopia digital, que lhe ajuda a deixar mais ou menos como os usuários da Substância D. Apesar de ser um pouco confuso, acho que o final dá para te deixar com uma sensação que deu para entender pelo menos o contexto do filme, caso queira se aprofundar mais na história é bom procurar o livro. Para a minha curiosidade o filme já foi o suficiente.

Menos um na minha Lista de Filmes, que foi atualizada e aperfeiçoada depois de uma boa dica do Rodrigo Flausino. Agora os filmes que já foram vistos e comentados estão devidamente linkado para seus posts.

Related Posts with Thumbnails