David Yates conseguiu levar o quinto filme da saga de Harry Potter a um nível espetacular. O Prisioneiro de Azkaban juntamente com a Ordem da Fênix são sem dúvidas os melhores filmes produzidos até aqui. Fiquei ainda pensando quando saí da sala ontem se a Ordem da Fênix não foi o melhor de todos, mas não consegui chegar a uma conclusão.

Ainda que seja um filme de pessoas empunhando varinhas e voando em vassouras, como foi retrucado por minha amada, o filme é muito menos infantil que os outros. Ele é bastante sombrio e seu início inclusive é até assustador. Claro que os irmãos Wesley e os tios e o primo (Duda) de Harry conseguem arrancar boas risadas e nos mostrar momentos bastante divertidos, mas o filme mostra de uma vez por todas que pessoas queridas podem morrer (e morrem) e coisas ruins acontecem na vida, mesmo de pessoas ‘boas’ (bonito isso não?)

O sofrimento de Harry e das pessoas a sua volta é muito bem exibido pelos jovens atores. Evanna Lynch manda muitíssimo bem como Luna Lovegood. Ela foi escolhida entre 15 mil candidatas por ser na vida real exatamente como Luna no livro! Imelda Staunton como Dolores Umbridge a “alta inquisitora” instituida pelo Miniestério da Magia, uma das vilãs da história, rouba a cena em grande parte do filme. Sua atuação é sensacional, como já era esperado por quem a conhecia. Outra grande representação nesse filme é de Helena Bonham Carter como a seguidora de Voldemort interpretando Bellatrix Lestrange, muito bem no papel, apesar de neste filme ter aparecido em poucas cenas. Para mim as três foram as grandes novidades e destaques deste filme.

Se tem alguma coisa que posso apontar como não muito positivo em minha opnião, foi o fato da cena da batalha final ter sido um pouco curta. Poderia se estender um pouco mais por ser um dos climax do saga. Na verdade eles encurtaram um pouco filme (logo num dos maiores livros) para ser possível exibí-lo mais vezes durante um dia nos cinemas, e assim arrecadar mais. Claro que no final das contas esse é o espírito da coisa. Se ao menos no DVD saísse uma versão estendida acho que já ficaria um pouco mais conformado, só que sabemos que isso não irá acontecer.

Bom, acho que me estendi um pouco a mais do que o de costume. Em um próxmo post comento mais sobre a história do filme e o que mais faltou ser apresentado em relação a história do livro.

Só posso recomendar a quem é fã, e ainda teve o sacrilégio de não ir assistir, para correr. Mesmo quem não é fã ou não viu os outros é um ótimo filme, vale a pena correr atrás do tempo perdido, não se deixar enganar pelos primeiros 2 filmes que são bem mais fracos, e conferir a Ordem da Fênix. Claro que se você tem aversão a fantasia, bruxas, varinhas (lá ele), etc, é melhor deixar quieto e aguardar pois Transformers estréia semana que vem!

Related Posts with Thumbnails